Continuando o tema da compra de terreno para construção da própria casa, analisaremos outros aspectos que tornam vantajosa essa opção para aquisição do imóvel próprio. Na edição anterior, tratamos dos aspectos técnicos. Nesta edição trataremos dos aspectos sociais e legais.

Para quem ainda está em dúvida sobre comprar ou um terreno, esperamos que os argumentos a seguir ajudem na decisão.

1) LOCALIZAÇÃO

Atente para aspectos como a distância do terreno até seu local de trabalho ou escolas de filhos. Mesmo uma pequena diferença irá representar bastante ao longo do tempo. Uma boa escolha irá melhorar a qualidade de vida, diminuindo o tempo no trânsito.

2) SEGURANÇA E URBANIZAÇÃO

Este item é primordial atualmente. Pesquise sobre a vizinhança. Deve-se buscar um local com boa urbanização, especialmente com iluminação das ruas, comércio próximo, escolas e atendimento médico. Além de também aumentar a qualidade da futura moradia, esses pontos irão ainda valorizar o seu imóvel.

Dica: Muitas pessoas têm procurado a opção de morar em um condomínio fechado. Com isso, os gastos com segurança e urbanização privadas podem ser repartido entre os condôminos.

3) APROVAÇÃO DO LOTE

Pesquise nos órgãos municipais a respeito da aprovação do terreno. Localize-o na planta aprovada pela prefeitura, verificando a infraestrutura urbana e os serviços existentes, como ruas abertas, demarcação de lotes, transporte, rede de água e energia elétrica, etc.

4) POSSIBILIDADE DE DESAPROPRIAÇÃO

Verifique, perante a Prefeitura, se a área não é de utilidade pública ou de interesse social, casos em que poderá ocorrer desapropriação pelo Poder Público.

5) DÉBITOS DO TERRENO

Solicite ainda certidão negativa de débito de IPTU (Imposto Territorial Urbano), para evitar surpresas relativas a débitos pendentes do terreno.

Verifique a matrícula do imóvel perante o Cartório de Registro de Imóveis e solicite uma certidão negativa de ônus e alienação, o que comprova que o imóvel está desembaraçado e quem é o verdadeiro proprietário.

Dica: Fuja de loteamentos irregulares. Apesar dos preços em geral serem mais tentadores, a dificuldade para regularizar o seu imóvel poderá gerar prejuízo econômico além de muita dor de cabeça.

 

Por fim, antes de fechar negócio, deve-se conferir a documentação e ir ao local do terreno, para evitar situações como posseiros irregulares ou impossibilidade de construção. E, se possível, verificar se há ações judiciais incidentes no terreno ou sobre seus vendedores.

 

Após todos esses cuidados, restará contar com um pouquinho de sorte para encontrar um local que seja encantador para você e sua família.

Edição N° 07 Revista Meio

Compartilhar:
Publicado em: 27 de dezembro de 2017