Comprar um terreno para construir sua própria casa pode sair mais barato do que adquirir um imóvel pronto para morar. Com vantagens: pode-se construir do jeito que deseja e planejar a construção por etapas ao longo de anos. Mas antes de adquirir o seu lote, devemos pensar em alguns aspectos que irão auxiliar a decisão e evitar problemas no futuro.

Sob o ponto de vista das características físicas, devemos observar os seguintes pontos:

1) VISITA AO TERRENO

 

2) INCIDÊNCIA SOLAR

A região de Irecê é localizada em região semiárida, com baixo índice pluviométrico e com ventos predominantes vindo do sul e sudeste. A face norte é a que mais recebe luz durante o dia.

É necessário considerar essas características ao localizar quartos e salas para obter maior conforto nos ambientes mais habitados. Portanto, se o morador prefere sol pela manhã, o ideal é apontá-los para o leste. Já os cômodos virados para o oeste receberão sol somente pela parte da tarde, sendo mais indicado para a área de serviço, lavanderia ou piscina.

3) TOPOGRAFIA

Os aspectos físicos do terreno que podem oferecer limitações à construção são: topografia, qualidade do solo e proximidade de águas. Lembre-se de verificar se o local tem histórico de alagamento ou enchentes. É recomendável que a visita seja feita com um engenheiro ou arquiteto para orientá-lo.
Dica: Se houver dúvidas quanto às medidas do terreno ou lote, contrate um topógrafo para verificar as medidas exatas e o seu posicionamento dentro do loteamento e as angulações do terreno. Áreas não delimitadas corretamente poderão resultar em futuras discussões e até mesmo ações judiciais. Portanto, o custo do levantamento topográfico representará um pequeno percentual do valor do terreno, evitando grandes dores de cabeça futuramente.

4) INCLINAÇÃO

Visite o local antes de fechar negócio ou de antecipar qualquer valor ao vendedor. Ainda que seja um pequeno percentual a título de entrada, reserva ou sinal, jamais se comprometa antes de ver o lote pessoalmente.

 

Terrenos mais planos são realmente a melhor opção, pois evitam gastos com aterro ou terraplanagem, processos que custam muito caro. Além disso, o ideal seria um terreno mais elevado que o nível da rua em cerca de 0,60 a 1,00 metro.

Os terrenos em declive, ou seja, aqueles que descem em relação ao nível da rua, tornam a obra mais onerosa, sendo necessário algum aterro e construção de muro de arrimo. Em alguns casos é possível a aplicação de um projeto diferenciado, acompanhando a declividade do lote, mas, ainda assim, não é aconselhável a aquisição deste tipo de lote por onerar a obra.

Os terrenos em aclive são aqueles que estão subindo em relação ao nível da rua e também permitem trabalhar com diferentes níveis. Porém, nos fundos o lote poderá ficar vulnerável em relação ao vizinho, comprometendo a privacidade dos moradores.

Dica: É aconselhável a compra de terreno ou lote em aclive, desde que, a inclinação seja moderada. Neste caso, o lote estará um pouco mais elevado do que a rua, proporcionando uma vista bonita e uma fachada em destaque de sua casa, sem que seu vizinho dos fundos consiga ter visão de seu terreno.

Na próxima edição trataremos de outros pontos relevantes sobre a aquisição de um terreno para construção. Até lá.

Compartilhar:
Publicado em: 1 de março de 2014